Aproveite o melhor do Portal Cris Menegon! Mantenha seu Navegador sempre atualizado. Baixe o Internet Explorer 9
  • papodemulherbannernovo

Encontre no portal
Publicado por Cris Menegon Seg, 27 de Junho de 2016 08:41

Considerados empreendimentos de baixo custo e uma forte ferramenta de geração de emprego e renda, as startups vêm ganhando espaço em Santa Catarina. O estado tem fornecido condições favoráveis ao desenvolvimento de ideias inovadoras. A recente inauguração do parque Órion, em Lages, na [...]

Considerados empreendimentos de baixo custo e uma forte ferramenta de geração de emprego e renda, as startups vêm ganhando espaço em Santa Catarina. O estado tem fornecido condições favoráveis ao desenvolvimento de ideias inovadoras. A recente inauguração do parque Órion, em Lages, na última sexta-feira (24), coloca a Serra Catarinense mais fortemente neste cenário.

 

Responsável pela coordenação do projeto Startup SC, oferecido pelo Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Alexandre Souza, fala sobre o impacto positivo da criação dos 13 centros de tecnologia. "Com esses polos, e o Sebrae atuando junto fornecendo ferramentas para a aceleração dessas ideias, com certeza teremos vários cases de sucesso no nosso estado".

 

Em Lages, o objetivo é trazer para o novo espaço tecnológico os eventos já realizados em Joinville, Blumenau, Chapecó e Florianópolis como o Startup Weekend, que trabalha fortemente com universitários. Num final de semana os participantes têm a missão de transformar uma ideia inovadora em uma startup. "Ela pode ser criada em grandes e pequenas cidades. O que vale é o empreendedor e a vontade de tirar a ideia do papel e ter muita execução", reforça.

 

Novo conceito no mercado da tecnologia

 

As startups ainda são um conceito novo no mercado da tecnologia, mas grandes cases como Conpass, que desenvolve solução para ampliar conversão em sistemas web, a Plot Kids, com o app Mônica Toy TV, que reúne vídeos curtos de animação com os personagens mais queridos do Brasil, a Resultados Digitais que fornece ferramentas para o desenvolvimento do marketing digital, entre outras já foram criadas em diversas cidades do estado. Só pelos programas desenvolvidos pelo Sebrae já passaram mais de 120 startups.

 

Para o coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini, concentrando empreendedores criativos, universidades qualificadas que geram conhecimento, boas escolas, parques tecnológicos, investidores, órgãos de fomento e o poder público tem-se os atores necessários para o desenvolvimento Santa Catarina tem tudo para se transformar num grande polo empreendedor . "É um ecossistema. Com esse novo equipamento, o Sebrae passa também a atuar fortemente na região com ações voltadas à tecnologia, oportunizando empreendedores a conhecer e executar novos negócios".

Catarinas

 
Publicado por Cris Menegon Seg, 27 de Junho de 2016 08:38

Inúmeros ciclistas percorreram parte das principais ruas e avenidas de Lages na manhã deste domingo (26) em defesa da utilização de meios alternativos de transporte sustentáveis que causem o menor impacto possível de poluição ao meio ambiente. A atitude faz parte da II Pedalada Ecológica [...]

Inúmeros ciclistas percorreram parte das principais ruas e avenidas de Lages na manhã deste domingo (26) em defesa da utilização de meios alternativos de transporte sustentáveis que causem o menor impacto possível de poluição ao meio ambiente. A atitude faz parte da II Pedalada Ecológica, neste junho que é considerado o mês do Meio Ambiente, com atividades promovidas pela Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos com o suporte de entidades públicas e privadas.

 

O trajeto partiu da praça Joca Neves e encerrou na sede do Parque Ecológico Municipal José Theodoro da Costa Neto, bairro São Paulo, passando pelas avenidas Belizário Ramos (Carahá) e Duque de Caxias, margeando a BR-282. O Mês do Meio Ambiente tem apoio da Secretaria de Educação, Instituto José Paschoal Baggio, Serviço Social do Comércio (Sesc), Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense (Cisama), Projeto Ambiental Júnior e Grupo Garis, e patrocínio da Polícia Militar Ambiental.

 

O Mês do Meio Ambiente celebra-se desde o dia 6 até a próxima quinta-feira, dia 30, e desta vez segue o tema "Pensando globalmente, agindo localmente", pois 2016 é considerado o ano do entendimento global, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). A bióloga da prefeitura, Michelle Pelozato, recorda que a primeira edição da Pedalada Ecológica, em 2015, recebeu a participação de 100 pessoas, enquanto na edição atual foram reservados 150 kits compostos por mochila, squeeze e viseira. "Com a distribuição dos elementos do kit buscamos incentivar a prática saudável do esporte. Daqui a pouco a primavera se aproxima, o clima esquenta mais um pouco e as pessoas se animam em pedalar mais", fiz.

 

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:50

É hoje! O palco do Teatro Marajoara vai ser inundado de música boa com o selo 'Made in Lages'. Começa às 16h, a entrada é um quilo de ração ou um agasalho - Mandíbula Reggae, New Drive Hardcore, Ultimundo e OVER será um show memorável.

 

(e ainda você ainda ajuda o [...]

É hoje! O palco do Teatro Marajoara vai ser inundado de música boa com o selo 'Made in Lages'. Começa às 16h, a entrada é um quilo de ração ou um agasalho - Mandíbula Reggae, New Drive Hardcore, Ultimundo e OVER será um show memorável.

 

(e ainda você ainda ajuda o Projeto Ajude Um Animal De Rua - Lages SC)

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:37

Fazendo parte da programação especial em comemoração ao Mês do Meio Ambiente, acontece neste domingo (26) a II Pedalada Ecológica, com saída marcada para as 9h30min na praça Joca Neves e chegada na sede do Parque Natural, no bairro São Paulo.A equipe estará concentrada na praça a parti [...]

Fazendo parte da programação especial em comemoração ao Mês do Meio Ambiente, acontece neste domingo (26) a II Pedalada Ecológica, com saída marcada para as 9h30min na praça Joca Neves e chegada na sede do Parque Natural, no bairro São Paulo.A equipe estará concentrada na praça a partir das 9h para organização dos participantes. Espera-se mais de 100 ciclistas de diversos grupos da cidade para o evento que visa à conscientização sobre a preservação do meio ambiente.

 

Terá distribuição de kits ecológicos para os primeiros a chegar na praça, antes da saída. O trajeto será feito em aproximadamente 40 minutos. Os ciclistas passarão pela rua Castro Alves, avenida Belizário Ramos (Carahá), avenida Duque de Caxias em direção à marginal da BR-282, até chegar ao Parque Natural. O retorno será pelo mesmo caminho, quando todos se dirigem de volta às suas residências ou outros locais.

 

Agentes de trânsito acompanharão todo o percurso garantindo a segurança dos ciclistas. A orientação é para que cheguem mais cedo ao local de partida para organizar os grupos e participar da distribuição das fichas.O evento, bem como toda a programação do Mês do Meio Ambiente, é idealizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos e demais parceiros.

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:32

A Delegacia da Receita Federal do Brasil em Lages/SC em conjunto com
a unidade de cães de faro da Polícia Militar de Santa Catarina efetuou
operação de rotina no Centro de Distribuição dos Correios na cidade de
Curitibanos/SC na noite do último dia 23/06/2016.


[...]

A Delegacia da Receita Federal do Brasil em Lages/SC em conjunto com
a unidade de cães de faro da Polícia Militar de Santa Catarina efetuou
operação de rotina no Centro de Distribuição dos Correios na cidade de
Curitibanos/SC na noite do último dia 23/06/2016.


A fiscalização resultou na retenção de 69 (sessenta e nove)
encomendas contendo mercadorias de origem e procedência estrangeira
desacompanhadas de documentos fiscais que comprovassem a sua origem lícita.
Os volumes continham em sua maioria itens eletrônicos. O valor estimado das
apreensões é da ordem de R$ 10.000,00 (dez mil reais).


Uma ocorrência inédita foi a apreensão de seis volumes contendo
esteroides anabolizantes produzidos no Paraguai e que foram despachados a
partir de Santa Catarina para diversas cidades do Brasil.


O próximo passo da operação será a emissão de intimações para os
remetentes das mercadorias para que eles apresentem documentos que
comprovem a origem das mesmas. Caso tais documentos não sejam apresentados,
os itens serão objeto de aplicação da pena de perdimento.


Em proteção à sociedade a Receita Federal promove ações de repressão,
em que retira de circulação mercadorias irregulares. Este é mais um
importante papel que a Receita Federal exerce na prevenção e combate à
sonegação fiscal e ao comércio ilegal. A legislação vigente determina a
apreensão e retenção de todo produto estrangeiro, que não comprove a
entrada regular no país e produto nacional que não tenha documentação
fiscal de origem, encontrada em circulação comercial ou exposta à venda.

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:28

Cerca de 50 voluntários da Celesc e da comunidade do Salto Caveiras, em Lages, realizarão neste sábado, dia 25 de junho, mais uma ação ambiental voluntária nas margens do Rio Caveiras.


O objetivo é plantar 200 mudas de árvores de 20 espécies para recuperar a mata ciliar. O [...]

Cerca de 50 voluntários da Celesc e da comunidade do Salto Caveiras, em Lages, realizarão neste sábado, dia 25 de junho, mais uma ação ambiental voluntária nas margens do Rio Caveiras.


O objetivo é plantar 200 mudas de árvores de 20 espécies para recuperar a mata ciliar. O plantio começará no trapiche da área central da localidade, se estendendo até a captação de água na Usina Hidrelétrica.


Para o gerente regional da Celesc, José Afonso Marin, o sucesso do último evento motivou a realização de mais uma ação de cunho ambiental.
"Ficamos muito satisfeitos com os resultados já obtidos através do trabalho voluntário na última ação, quando recolhemos uma tonelada de lixo, e resolvemos repetir a dose. Esperamos contribuir dessa vez para recuperar as áreas ambientais degradadas".


A última Ação Voluntária da Celesc foi em 20 de fevereiro, também na localidade de Salto Caveiras, quando o Governo do Estado emitiu alertas de preocupação com o avanço do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:23

O comandante do 1º Batalhão Ferroviário de Lages, tenente-coronel de engenharia Luiz Carlos Tomaz Silva disse que está à disposição para realizar as obras emergenciais da estrada do Morro da Igreja em Urubici. "Estamos à disposição e possuímos os projetos e licenças ambientais, mas de [...]

O comandante do 1º Batalhão Ferroviário de Lages, tenente-coronel de engenharia Luiz Carlos Tomaz Silva disse que está à disposição para realizar as obras emergenciais da estrada do Morro da Igreja em Urubici. "Estamos à disposição e possuímos os projetos e licenças ambientais, mas dependemos da liberação dos recursos e da autorização do comando em Brasília ", afirmou o comandante.

 

O relato foi feito nesta sexta-feira, 24, durante visita da deputada federal Carmen Zanotto e do vice-prefeito de Lages, Toni Duarte, ao 1º Batalhão Ferroviário. A parlamentar apresentou ao tenente-coronel Thomaz a análise feita pelo comandante interino de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II), coronel aviador Álvaro Wolnei Guimarães, na última semana, durante reunião em Urubici.

 

O trabalho emergencial é a realização da drenagem do solo e a reconstrução das cortinas de sustentação, pois são essenciais para evitar novos desmoronamentos e garantir a segurança das pessoas que utilizam a via.


"Levarei as informações recebidas do comandante ao Ministro da Defesa Rual Jungmann juntamente com a bancada de Santa Catarina na nossa audiência que deve acontecer no início de julho. Ressaltando a importância desta obra, para todo o Brasil, tendo em vista a instalação do Cindacta II e por ser um local que recebe turistas de várias regiões do país", salientou Carmen Zanotto.

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:14

Em uma solenidade memorável para a história do desenvolvimento de Lages no ano em que o município completa 250 anos desde sua fundação, inaugurou-se, na manhã desta sexta-feira (24), uma megaestrutura arquitetônica moderna e rica em design arrojado, o que transformará Lages em um ícone d [...]

Em uma solenidade memorável para a história do desenvolvimento de Lages no ano em que o município completa 250 anos desde sua fundação, inaugurou-se, na manhã desta sexta-feira (24), uma megaestrutura arquitetônica moderna e rica em design arrojado, o que transformará Lages em um ícone de tecnologia e inovação para as próximas décadas, o Centro de Inovação Luiz Henrique da Silveira, dentro do complexo Parque Órion, baseado na tríplice hélice composta pelo poder público, universo empresarial e academias de ensino.

 

Personalidades do campo político, empresarial, acadêmico e institucional prestigiaram a cerimônia de entrega do primeiro de um total de 13 centros tecnológicos a serem construídos em Santa Catarina pela união de esforços entre o governo do Estado e prefeituras. A placa de inauguração foi descerrada com o auxílio de um braço mecânico manipulador com programação criada por professores do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) de Lages, dos cursos de técnico em mecatrônica e eletrônica, e superior em engenharia mecânica.

 

O edifício central do Parque Órion foi erguido às margens da rua Heitor Villa-Lobos, no bairro São Francisco, ao lado do campus do Ifsc, com distribuição em quatro mil metros quadrados e cinco pavimentos, num terreno com 90 mil metros quadrados. Está dotado de aproveitamento da luz solar, passeios públicos, ciclovia, elevador panorâmico, videohall, 34 salas amplas para utilização por parte das empresas com projetos incubados e residentes, quatro auditórios para convenções, seis salas de reunião, completo laboratório de informática, praça de alimentação, área de convivência e sala de recreação.

 

No local poderão ser desenvolvidos projetos, mentorias, consultorias em negócios e internet, e segurança eletrônica, bem como amplo espaço e ambientes para exercícios que contemplam a produtividade, treinamentos e coworking. Algumas das principais iniciativas em inovação serão parceiras do Parque Órion - Conexão Serra, GeraçãoTec, Programa Sinapse da Inovação e Projeto Reuni. Empresas satélite instalaram unidades no entorno do Centro de Inovação, sendo a NDDigital e faculdade de T.I. do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e há intenção da Flex Contact Center, sendo sua terceira estrutura em Lages. No decorrer da tarde e à noite desta sexta serão proferidas palestras para o público interessado.

 

Um dos municípios que mais cresceu em 2015

 

O prefeito Elizeu Mattos destacou em seu discurso o fato de que mesmo com este panorama nacional de crise econômica, Lages vive uma de suas melhores fases e comparou a época à década de 1960, o auge do setor madeireiro. "Esta obra oportuniza uma clara amostra de que, quando todos trabalham no mesmo sentido, a vitória é certa. O Parque Órion não tem proprietário, é um empreendimento de todos os lageanos, serranos e catarinenses. Uma estrutura que mostra as qualidades de Lages. O que foi vivenciado nas experiências tecnológicas em Barcelona, teremos em Lages a partir de hoje. Dispomos de uma Lages ascendente, pois somos parte de um dos municípios que mais cresceram em 2015", exemplifica. E enquanto companhias aéreas fecham rotas no Brasil, na terça-feira (28), diz Elizeu, iniciará uma das mais importantes operações do país, sem falar nas empresas em expansão e em instalação na cidade.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Juliano Chiodelli, salienta que este será um novo vetor de desenvolvimento para a região. "É um grande passo. Jovens terão novas oportunidades e os caminhos deverão ser menos árduos", entende. "O Órion abre as portas para o conhecimento e deve multiplicar potencialidades num segmento em que o Estado já está bem qualificado", define o governador Raimundo Colombo. O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini, destacou que para a seleção das 13 cidades a receber os centros de inovação, entre as 295 do Estado, foram elencadas as que concentram mais de 50% do PIB.

 

Lages antes e depois

 

A estrutura pretende servir como um divisor de águas no segmento inovador, abrindo suas portas para o fomento de empresas industriais, comércio e serviços, baseadas em conceitos sustentáveis e de modernização em seus processos. Sua principal via de trabalho focará a exploração do campo de inteligência humana com a finalidade de consolidar um conceito ainda gerador de dúvidas entre a população, a inovação, para alcançar a transformação e agregação de valor a produtos e serviços sem deixar de lado a vocação regional da Serra catarinense.

 

O complexo foi idealizado em 2007 por um grupo de empresários do Núcleo de Tecnologia da Informação (T.I.) da Associação Empresarial de Lages (Acil) com apoio de universidades e entidades, e encontrou subsídios nas esferas municipal e estadual. No dia 12 de julho de 2013 foi assinada a ordem de serviço, autorizando a empresa JK Engenharia a iniciar a construção. Os investimentos chegaram a R$ 6,5 milhões do Estado e R$ 3,2 milhões da prefeitura.

 

Uma conquista conjunta

 

Um dos grandes entusiastas da causa do Parque Órion é o presidente interino do Instituto Órion, Valmir Tortelli. "Desejamos criar uma nova cultura na região e ser referência para Santa Catarina por sermos os pioneiros. O objetivo é sediar empresas start-ups e núcleos de pesquisa e desenvolvimento, além de Lages estar inserida nos programas estadual, nacional e internacional de inovação para pequenas e grandes empresas", sublinha.

 

O Executivo do Instituto Órion, Claiton Camargo, será o responsável a quem os interessados deverão se dirigir para tratar de assuntos referentes ao Parque. Já existe uma agenda de eventos programados, promovidos pela Acil Jovem, Sebrae, 2º Conexão Serra e Projeto Reuni. O lançamento do edital para empresas que desejam se habilitar para fazer parte do Órion está previsto para ser lançado no dia 18 de julho.

 

Homenagem a Luiz Henrique

 

Um dos maiores incentivadores da pesquisa e tecnologia em Santa Catarina, o ex-governador, ex-senador da República e ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Luiz Henrique da Silveira, foi lembrado. Elizeu Mattos manifestou seu respeito e admiração pela carreira política de Luiz Henrique, agradeceu sua contribuição para o país e entregou à viúva Ivete Appel da Silveira um vaso de orquídeas simbolizando a gratidão da Serra. "Ele foi meu segundo pai. Agradeço aos vereadores pela aprovação na Câmara sobre o nome do Centro de Inovação. É um cidadão que faz intensa falta neste país", define o prefeito.

 

Assinaturas

 

Durante a cerimônia, Raimundo Colombo assinou o segundo termo aditivo de parceria técnica e financeira relacionado ao desenvolvimento científico e tecnológico, firmada entre a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e a Fapesc. Além deste documento foi assinado o convênio com o Projeto Sinapse, com o intuito de fomentar propostas de empresas catarinenses com processos inovadores, incorporando tecnologias aos setores econômicos a que se destinam, através de vieses sustentáveis. Oito empresários celebraram o convênio e serão auxiliados com uma injeção de recursos estaduais na ordem de R$ 645 mil.

 

colombno elizeuparqueOrion Inau

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 25 de Junho de 2016 08:09

A ampliação de teto no Supersimples deve auxiliar na recuperação da economia brasileira e dar novo fôlego para o varejo catarinense, na avaliação da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC). Se aprovado o novo limite para faturamento de empresas de pequeno porte serem enquadradas n [...]

A ampliação de teto no Supersimples deve auxiliar na recuperação da economia brasileira e dar novo fôlego para o varejo catarinense, na avaliação da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC). Se aprovado o novo limite para faturamento de empresas de pequeno porte serem enquadradas no Supersimples passará de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões.

 

No caso do microempreendedor individual, os atuais R$ 60 mil aumentam para R$ 72 mil. Além disso foram reduzidas de 20 para seis as faixas de faturamento. O texto-base do projeto de lei foi aprovado por unanimidade pelo Senado na última terça-feira (21) e a conclusão está prevista para a próxima terça-feira (28). No entanto estes ajustes devem entrar em vigor somente a partir de 1º de janeiro de 2018.

 

Para Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC, a aprovação no Senado é uma vitória a ser comemorada pelo varejo catarinense, pois amplia o valor de faturamento possível mantendo o enquadramento tributário. "Esta é uma das formas de incentivar o crescimento sem onerar ainda mais o setor produtivo", pontua Tauffer.​
PalavraCom

 
Início
Anterior
1


Vídeo em Destaque

Programa Papo de Mulher - Academia é um investimento Pessoal - Academia Magistral
Publicidade

fabianamassas

aguasdepalmas

 

sur

 

garden

 

ini8

 

  

camaro2

 

 

lafi8

 

 

 ecilda

 

BANNER ESTRUTURA1

anucio1

greenverao215

 

TELALAGES

caes1

papo mulher