Aproveite o melhor do Portal Cris Menegon! Mantenha seu Navegador sempre atualizado. Baixe o Internet Explorer 9
  • papodemulherbannernovo

Encontre no portal
Publicado por Cris Menegon Seg, 10 de Abril de 2017 09:17

Em relação aos fatos noticiados em redes sociais no último sábado (08 de abril), ocorridos no Supermercado BIG de Lages, envolvendo policial militar, o Comando do 6º Batalhão de Polícia Militar de Lages vem a público de forma transparente esclarecer:

 

Trata-se de oco [...]

Em relação aos fatos noticiados em redes sociais no último sábado (08 de abril), ocorridos no Supermercado BIG de Lages, envolvendo policial militar, o Comando do 6º Batalhão de Polícia Militar de Lages vem a público de forma transparente esclarecer:

 

Trata-se de ocorrência policial iniciada no interior do estabelecimento, onde o policial militar realizava compras com sua família, e durante uma discussão com outras três pessoas, estas, supostamente agrediram o policial e empreenderam fuga, ocasionando os desdobramentos que ainda serão devidamente apurados.

 

Imperioso esclarecer que a ação resultou na lavratura de Termo Circunstanciado, onde tanto o policial, quanto os envolvidos, foram responsabilizados pela prática de infrações penais de menor potencial ofensivo (ameaça, lesão corporal e rixa), contudo, no momento da ocorrência, de forma a preservar a integridade dos envolvidos, os mesmos foram conduzidos para lavratura do procedimento em local seguro.

 

Informamos que o 6º Batalhão de Polícia Militar de Lages não coaduna com a prática de ações arbitrárias ou abusivas, sendo que os desdobramentos da ocorrência serão devidamente apurados, entretanto, sem realizar qualquer juízo de valor neste primeiro momento, assegurando às partes a ampla defesa, contraditório e, sobretudo, sua preservação.

 

#ApoieQuemTeProtege

#6BPMLages

 
Publicado por Cris Menegon Seg, 10 de Abril de 2017 09:10

Na manhã deste domingo (09), funcionários da Secretaria de Planejamento e Obras e da Coordenação de Segurança e Trânsito do município iniciaram os trabalhos para dar maior fluidez ao trânsito na região.

 

De acordo com o secretário Clayton Bortoluzzi "inicialmente a [...]

Na manhã deste domingo (09), funcionários da Secretaria de Planejamento e Obras e da Coordenação de Segurança e Trânsito do município iniciaram os trabalhos para dar maior fluidez ao trânsito na região.

 

De acordo com o secretário Clayton Bortoluzzi "inicialmente as obras realizadas neste domingo são apenas para adaptação dos motoristas. Durante a semana daremos continuidade às obras no canteiro central, sinalização de outras vias transversais, mudança de sentido e demais obras. Por isso, é importante a atenção para as novas rotas entre a Unifacvest, e vias laterais, em direção ao centro", alerta.

 

Em frente à instituição será permitido apenas para embarque e desembarque dos estudantes. Já a Rua Cristiano Brascher, em direção à Rua São Joaquim terá sentido único. Com a mudança, na Rua Cristiano Brasher serão disponibilizadas um maior número de vagas de estacionamento em vagas paralelas e oblíquas.

 

"O objetivo de desviar o trânsito para a Rua 7 de setembro é melhorar a dinâmica do tráfego para quem se desloca aos bairros da região sul e oeste da cidade," explica o executivo de coordenação de Segurança e Trânsito, Jacinto Bet.

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 08 de Abril de 2017 08:43

O Núcleo de Contadores da ACIL (NUCONT), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade (CRC-SC), com o Sindicato dos Contabilistas de Lages (Sindicont Serra) e com o sindicato das Empresas Contábeis de SC (Sescon) realizaram, na manhã desta sexta-feira (07/04) a campanha "Declare Certo" [...]

O Núcleo de Contadores da ACIL (NUCONT), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade (CRC-SC), com o Sindicato dos Contabilistas de Lages (Sindicont Serra) e com o sindicato das Empresas Contábeis de SC (Sescon) realizaram, na manhã desta sexta-feira (07/04) a campanha "Declare Certo". A iniciativa, que foi realizada no calçadão da Praça João Costa, visou esclarecer dúvidas da população sobre a prestação de contas com a Receita Federal, através da declaração do Imposto de Renda.

 

O vice coordenador do NUCONT, Felipe Quevedo, explica que, atualmente, a Receita Federal possui inúmeras formas de fazer cruzamento das informações do contribuinte. Por isso é importante reunir toda a documentação de despesas médicas, de rendimentos e de variações patrimoniais ao longo do ano, a fim de comprovar e evitar transtornos na hora de prestar contas com o leão.

 

Outras despesas que podem ser abatidas das receitas tributáveis são despesas estruturadas em livro caixa, pensão alimentícia, contribuição para previdência social, a soma das parcelas previstas na tabela progressiva mensal nos meses de 2016 relativas à aposentadoria, pensão, transferência para reserva remunerada ou reforma, pagas pela previdência oficial, ou privada, a partir do mês em que o contribuinte completar 65 anos de idade (janeiro até dezembro R$ 1.903,98). Limite anual de R$ 2275,08 por dependente. Despesa com instrução, limitada a R$ 3561,50.

 

Um apelo que também foi repassado à população durante o dia de campanha é para que o contribuinte, tanto pessoa física quanto jurídica, deixe parte de seus impostos em Lages, em prol das crianças e dos idosos, para o Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (FMDPI) e/ou para o Fundo Municipal para Infância e Adolescência (FIA).

 

A orientação é para que os interessados conversem com seus contadores a fim de fazer a alteração, a qual é permitida em lei. Para pessoa jurídica de lucro real, o valor a ser deixado na cidade é de 1%, já para pessoa física o percentual sobe para 6% do imposto devido, ou ainda, 3% para pessoa física, no período de 01 de janeiro a 30 de abril. O prazo para declaração do Imposto de Renda 2017 termina no último minuto do dia 28 de abril.

Debora Puel

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 08 de Abril de 2017 08:40

Santa Catarina encerra o primeiro trimestre de 2017 com alta nas exportações de carne suína e de frango. Nos primeiros três meses do ano, o estado exportou 307,2 mil toneladas e o faturamento superou os US$ 596,4 milhões. O grande destaque foi a carne suína, que teve um crescimento de 23,6% [...]

Santa Catarina encerra o primeiro trimestre de 2017 com alta nas exportações de carne suína e de frango. Nos primeiros três meses do ano, o estado exportou 307,2 mil toneladas e o faturamento superou os US$ 596,4 milhões. O grande destaque foi a carne suína, que teve um crescimento de 23,6% na quantidade exportada e de 66,8% no faturamento em relação ao mesmo período de 2016.

 

Como maior produtor e exportador de suínos do Brasil, Santa Catarina vive uma boa fase nas exportações do produto. O estado exportou 25,5 mil toneladas de carne suína em março, 23,2% a mais do que em fevereiro, e chegou a um faturamento de US$ 60,3 milhões. No acumulado dos três primeiros meses do ano, o setor enviou 71,6 mil toneladas para países como Rússia, China e Chile, gerando uma receita de US$ 160,9 milhões.

 

A avicultura, principal produto das exportações catarinenses, também teve aumento nas vendas e no faturamento em março. No último mês, foram US$ 165,6 milhões arrecadados com a exportação de 87,1 mil toneladas de carne de frango. A quantidade exportada foi 28,8% superior e a receita teve um aumento de 33,3%, se comparadas a fevereiro. Nesse primeiro trimestre de 2017, as exportações ultrapassaram as 235,5 mil toneladas e o setor faturou US$ 435,5 milhões, um aumento de 19,8% em relação do mesmo período de 2016.

 

Segundo o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, o bom desempenho do estado nas exportações reflete a confiança do mercado nos produtos catarinenses. "O mundo reconhece a excelência sanitária conquistada por Santa Catarina, este é um patrimônio que foi construído ao longo dos anos, priorizando sempre a qualidade dos alimentos que chegam à mesa dos consumidores".

 

Com forte tradição na pecuária, Santa Catarina é berço das principais empresas do setor de carnes do Brasil. O estado conta com 18 mil produtores integrados às agroindústrias e o setor de carnes gera quase 60 mil empregos diretos em frigoríficos e indústrias de beneficiamento. Como maior produtor nacional de carne suína e o segundo maior de carne de frango, Santa Catarina atende o mercado brasileiro e o exterior, com presença em mais de 120 países.

 

Santa Catarina é o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação e, junto com o Rio Grande do Sul, faz parte de uma zona livre de peste suína clássica com certificados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Esse status sanitário diferenciado dá acesso exclusivo aos mercados mais competitivos do mundo, como habilitação para exportar carne suína para Estados Unidos e Japão.

 

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri).

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 08 de Abril de 2017 08:37

A Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher e Assuntos Comunitários realizou na tarde desta quinta-feira (06) uma reunião de trabalho com o Conselho Municipal de Direitos da Mulher. Este órgão, até a criação desta Secretaria, era vinculado à Secretaria de Assistência Social e Habi [...]

A Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher e Assuntos Comunitários realizou na tarde desta quinta-feira (06) uma reunião de trabalho com o Conselho Municipal de Direitos da Mulher. Este órgão, até a criação desta Secretaria, era vinculado à Secretaria de Assistência Social e Habitação.

 

Na pauta do encontro a eleição da nova mesa diretora do Conselho, possível alteração na Lei Complementar nº 426, de 22 de novembro de 2013, com relação ao tempo de mandato dos conselheiros de três para dois anos, entre outros assuntos. "Em votação isto acabou não acontecendo. Portanto, o tempo de mandato continua em três anos", disse a secretária de Políticas Públicas para a Mulher, Marli Nacif.

 

A eleição da nova mesa diretora do Conselho está programada para a próxima quarta-feira (12), em sessão extraordinária, a partir das 14h, na sede da Secretaria – localizada no prédio da Prefeitura. "A Lei estabelece que o Poder Público Municipal indique sete nomes e seus respectivos suplentes para compor, de forma paritária com a sociedade civil, o Conselho dos Direitos da Mulher", explicou a secretária.

 

Competências

 

A Secretaria Municipal atua nos assuntos relativos às políticas públicas para mulheres vítimas de violência; coordena a implementação de ações, convenções e outros assuntos de responsabilidade da Municipalidade; canal permanente de relações com movimentos sociais de mulheres e outros seguimentos da sociedade civil, em articulação com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher; coordena os assuntos comunitários, acompanhamento da relação com as associações de moradores, clubes de serviço e demais entidades beneficentes.

 

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 08 de Abril de 2017 08:36

Em nova reunião da Comissão Centra Organizadora (CCO), da edição 2017 dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), na manhã desta sexta-feira (7), sob a supervisão do prefeito Antonio Ceron, o principal fator colocado nas discussões, girou em torno da necessidade de um grande esforço para [...]

Em nova reunião da Comissão Centra Organizadora (CCO), da edição 2017 dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), na manhã desta sexta-feira (7), sob a supervisão do prefeito Antonio Ceron, o principal fator colocado nas discussões, girou em torno da necessidade de um grande esforço para devolver a verdadeira essência da maior competição poliesportiva do Estado. O evento que este ano acontece em Lages, de 3 a 11 de novembro, se depender do planejamento e da força do trabalho dos organizadores, as disputas vão se transformar numa grande festa de integração.

 

A preocupação ocupa espaço em todos os pontos. No que tange à agilização dos projetos, tudo está sendo trabalhado com a observação dos mínimos detalhes. Por isso, na reunião, foram estabelecidos alguns encargos para que haja acompanhamento e a confirmação dos locais em que irão acontecer os jogos. Atenção também para o espaço em que irá ser instalada a CCO, sobre a hospedagem e a respeito dos alojamentos das delegações, e, principalmente, a recepção de atletas, dirigentes e profissionais da imprensa de todo o Estado. "Vamos abraçar a realização dos JASC, e fazer do evento, um grande encontro festivo", disse o Prefeito.

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 07 de Abril de 2017 11:16

Ser Jornalista é saber persuadir, seduzir. É hipnotizar informando e informar hipnotizando. É não ter medo de nada nem de ninguém. É aventurar-se no desconhecido, sem saber direito que caminho irá te levar. É desafiar o destino, zombar dos paradigmas e questionar os dogmas. É confiar des [...]

Ser Jornalista é saber persuadir, seduzir. É hipnotizar informando e informar hipnotizando. É não ter medo de nada nem de ninguém. É aventurar-se no desconhecido, sem saber direito que caminho irá te levar. É desafiar o destino, zombar dos paradigmas e questionar os dogmas. É confiar desconfiando, é ter um pé sempre atrás e a pulga atrás da orelha. É abrir caminho sem pedir permissão, é desbravar mares nunca antes navegado. É nunca esmorecer diante do primeiro não. Nem do segundo, nem do terceiro... nem de nenhum. É saber a hora certa de abrir a boca, e também a hora de ficar calado. É ter o dom da palavra e o dom do silêncio. É procurar onde ninguém pensou, é pensar no que ninguém procurou. É transformar uma simples caneta em uma arma letal. Ser jornalista não é desconhecer o perigo; é fazer dele um componente a mais para alcançar o objetivo. É estar no Quarto Poder, sabendo que ele pode ser mais importante do que todos os outros três juntos.

 

Ser jornalista é enfrentar reis, papas, presidentes, líderes, guerrilheiros, terroristas, e até outros jornalistas. É não baixar a cabeça para cara feia, dedo em riste, ameaça de morte. Aliás, ignorar o perigo de morte é a primeira coisa que um jornalista tem que fazer. É um risco iminente, que pode surgir em infinitas situações. É o despertar do ódio e da compaixão. É incendiar uma sociedade inteira, um planeta inteiro. Jornalismo é profissão perigo. É coisa de doido, de maluco beleza. É olhar para a linha tênue entre o bom senso e a loucura e ultrapassar os limites sorrindo, sem pestanejar. É saber que entre um furo e outro de reportagem haverá muitas coisas no caminho. Quanto mais chato melhor o jornalista.

 

Ser jornalista é ser meio metido a besta mesmo. É ignorar solenemente todo e qualquer escrúpulo. É desnudar-se de pudores. Ética? Sempre, desde que não atrapalhe. A única coisa realmente importante é manter a dignidade. É ser petulante, é ser agressivo. É fazer das tripas coração pra conseguir uma mísera declaraçãozinha. É apurar, pesquisar, confrontar, cruzar dados. É perseguir as respostas implacavelmente. É lidar com pressão, pressão de todos os lados. É saber que o inimigo de hoje pode ser o aliado de amanhã. E a recíproca é verdadeira. É deixar sentimentos de lado, botar o cérebro na frente do coração. É ser frio, calculista e de preferência kamikaze. É matar um leão por dia, e ainda sair ileso. É ter o sexto sentido mais apurado do que os outros, e saber que é ele quem vai te tirar das enrascadas. Ou te colocar nelas.

 

Ser jornalista é ser meio ator, meio médico, meio advogado, meio atleta, meio tudo. É até meio jornaleiro, às vezes. Mas, acima de tudo, é orgulhar-se da profissão e saber que, de uma forma ou de outra, todo mundo também gostaria de ser um pouquinho jornalista. Parabéns a nós!

Por Sandro Miranda


Atualizado em Sex, 07 de Abril de 2017 11:21
 
Publicado por Cris Menegon Sex, 07 de Abril de 2017 10:52

Está marcado para o dia 10 de abril às 14hs no plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina uma audiência pública proposta pelo deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC) por requerimento junto a Comissão Especial da Câmara dos Deputados e aprovado por unanimidade, para debater a pr [...]

Está marcado para o dia 10 de abril às 14hs no plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina uma audiência pública proposta pelo deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC) por requerimento junto a Comissão Especial da Câmara dos Deputados e aprovado por unanimidade, para debater a proposta de Reforma Trabalhista (PL 6787/16). Participarão além do presidente da Comissão, o deputado Daniel Vilela (PMDB/GO), dirigentes das entidades representativas do empresariado, da indústria, do comercio, serviços, turismo e dos trabalhadores de Santa Catarina, além de lideranças políticas, setoriais e sindicais.

 

Maldaner é membro titular da Comissão Especial que analisa o Projeto de Lei. O objetivo do debate é para que os catarinenses apresentem suas contribuições e sugestões para a construção de consenso entre os trabalhadores e demais entes representativos de que trata o PL 6787/16.

 

O parlamentar explica que os trabalhadores do Brasil representam 2% do mundo, porém 98% das ações trabalhistas do mundo são do Brasil, os números mostram a insatisfação e a necessidade de modernizar a legislação. "Nós temos que fazer uma legislação que contribua com quem gera emprego neste país, e não punir, dar equilíbrio e segurança jurídica aos empregadores e empregados", defendeu.

 

A reforma encaminhada pelo governo prevê a validade do negociado sobre o legislado em relação a alguns pontos, como parcelamento de férias, participação nos lucros da empresa e cumprimento da jornada limitada a 220 horas.

 

A expectativa é que o relatório seja votado na comissão neste mês de abril. De acordo com o Regimento Interno da Câmara, o relator tem dez sessões de Plenário para apresentar seu parecer. A decisão do colegiado sobre a matéria é conclusiva, exceto se houver recurso para apreciação em Plenário.

 

Raquely Benedet Cella

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 07 de Abril de 2017 10:39

O compromisso foi assumido ontem (06) durante reunião com a Reitoria do Centro Universitário Unifacvest. Presentes os vereadores Bruno Hartmnan, Amarildo Farias, Jair Junior, João Chagas, David Moro, Osni Freitas e a presidente Aidamar Hoffer.

 

A comissão de Educação e [...]

O compromisso foi assumido ontem (06) durante reunião com a Reitoria do Centro Universitário Unifacvest. Presentes os vereadores Bruno Hartmnan, Amarildo Farias, Jair Junior, João Chagas, David Moro, Osni Freitas e a presidente Aidamar Hoffer.

 

A comissão de Educação e Saúde, demais vereadores presentes, juntamente coma presidente Aida, buscarão apoio dos deputados da Região e do governador, além de pedir o apoio indispensável dos demais municípios da Amures.

 

Até o final deste mês de abril o Ministério deve divulgar relatório dos municípios que tem interesse em curso de Medicina. Aliás, essa divulgação deveria ter acontecido em agosto/2016, porém das 44 cidades, 40 eram do Nordeste, justamente pela força política.

 

Informações: Blog do Barão


Atualizado em Sex, 07 de Abril de 2017 10:45
 


Vídeo em Destaque

Programa Papo De Mulher: Escolha das Soberanas da Festa do Pinhão 2017
Publicidade

fabianamassas

aguasdepalmas

 

 

garden

 

 

 unifacvestmarco

  

 

camara2015ok

 

 

 

 

anucio1

TELALAGES

caes1

papo mulher