Aproveite o melhor do Portal Cris Menegon! Mantenha seu Navegador sempre atualizado. Baixe o Internet Explorer 9
  • papodemulherbannernovo

Encontre no portal
SAÚDE
Publicado por Cris Menegon Qui, 20 de Abril de 2017 07:59

A deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), em audiência pública, ontem, na comissão especial que debate inovação tecnológica na saúde, pediu urgência na implantação do Plano de Expansão em Radioterapia para atender melhor a todas as regiões.


De acordo com o Ministério da Saúd [...]

A deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), em audiência pública, ontem, na comissão especial que debate inovação tecnológica na saúde, pediu urgência na implantação do Plano de Expansão em Radioterapia para atender melhor a todas as regiões.


De acordo com o Ministério da Saúde, problemas técnicos estão dificultando a implantação do Plano em 80 hospitais de referência em tratamento do câncer em todo o país. A parlamentar revelou os problemas enfrentados pelos pacientes para fazer o tratamento quimioterápico.

 

"Além de terem de enfrentar essa doença grave, os doentes têm de ficar à mercê da burocracia", afirmou. Como uma das maneiras para agilizar o atendimento, a deputada defendeu a transferência dos equipamentos das unidades hospitalares onde o serviço de tecnologia ainda não foi disponibilizado. Há unidades hospitalares em que os aparelhos ficam anos e anos encaixotados, enquanto os doentes clamam pelo tratamento", disse a deputada, que é presidente da Frente Parlamentar de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer.

 

Carmen, ainda, pediu que o Ministério da Saúde promova a distribuição igualitária pelo SUS dos medicamentos que forem padronizados pelo Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias).

 

"Não pode um estado receber determinada medicação e outros, não. Isso não pode continuar acontecendo", ressaltou Carmen Zanotto, lembrando que em Lages pacientes estão sem realizar o tratamento contra o câncer por falta de medicamento.

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 06 de Abril de 2017 08:08

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado no dia 7 de abril, Santa Catarina realizará mais uma edição do movimento #secuidaSC em quatro cidades do Estado: Lages, Palhoça, Itajaí e Tubarão.


O principal objetivo é estimular a adoção de hábitos saudáveis como forma de [...]

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado no dia 7 de abril, Santa Catarina realizará mais uma edição do movimento #secuidaSC em quatro cidades do Estado: Lages, Palhoça, Itajaí e Tubarão.


O principal objetivo é estimular a adoção de hábitos saudáveis como forma de diminuir os casos de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), em especial as doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, câncer e diabetes, que em 2015 foram responsáveis por 75% das causas de mortalidade no Estado.
Além disso, o movimento #secuidaSC se une ao tema da campanha do Dia Mundial da Saúde, que em 2017 abordará a depressão, informando que existem formas de prevenção e tratamento.


Em Lages, a programação desta sexta-feira será realizada no Parque Jonas Ramos (Tanque), no Centro, a partir das 13h, e contará com atividades físicas funcionais e atividades recreativas.


Estão previstos aulões de ginástica, de pilates, de ginástica funcional, de zumba, de cross fit e de vôlei. Slackline, chinelão, perna de pau e pista de corda são outras atrações para estimular a prática de atividade física na população. Oficinas de pintura de ovos de Páscoa, de artesanato e de contação de histórias estão também previstas.


As crianças poderão participar de brincadeiras como caça ao tesouro, pintura facial, piscina de bolinhas e cama elástica. O evento ainda contará com as apresentações tradicionalistas, da banda da Polícia Militar, da Cavalaria da PM, de balé, e do Teatro Reino dos Dentes.

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 31 de Março de 2017 08:02

Antes que informações inverídicas e até maldosas possam circular pelas redes sociais, causando preocupação desnecessária e desgaste a pacientes e seus familiares, a direção do Hospital Tereza Ramos, de Lages, esclarece que o tomógrafo da instituição, em manutenção desde a semana pas [...]

Antes que informações inverídicas e até maldosas possam circular pelas redes sociais, causando preocupação desnecessária e desgaste a pacientes e seus familiares, a direção do Hospital Tereza Ramos, de Lages, esclarece que o tomógrafo da instituição, em manutenção desde a semana passada, deve voltar a funcionar até o início da próxima semana.

 

Como qualquer equipamento eletrônico, sempre sujeito a problemas técnicos, o tomógrafo sofreu uma pane devido ao uso quase ininterrupto, e não por imperícia ou negligência dos profissionais do hospital. Imediatamente a direção do HTR acionou uma empresa especializada, que também de imediato passou a trabalhar exclusivamente no conserto do tomógrafo.

 

A direção do HTR tranquiliza os pacientes, já que a espera para início da radioterapia varia de 30 a 40 dias. Neste intervalo, são necessários diversos exames, dentre os quais, a tomografia. Quando o tomógrafo voltar a funcionar, até o início da próxima semana, ainda restarão de 20 a 30 dias para a realização deste exame específico com as pessoas que não puderam fazer devido ao estrago do aparelho.

 

E para garantir que todas sejam atendidas sem nenhum dia de atraso, a direção do HTR fará um mutirão, inclusive com horário estendido, para manter os tratamentos em ordem.

 

"É totalmente compreensível que um paciente que luta contra o câncer fique preocupado e nervoso ao saber que um aparelho fundamental para o seu tratamento estragou. Mas é preciso esclarecer e tranquilizar, pois ninguém será afetado, justamente porque providenciamos o conserto de imediato, bem antes do início das sessões de radioterapia. Ao todo, o equipamento ficará parado por uns dez dias, então nos restarão pelo menos 20 para zerar a demanda e garantir o melhor atendimento possível à população", diz a diretora do HTR, Beatriz Montemezzo.

 
Publicado por Cris Menegon Qua, 08 de Março de 2017 08:13

Nesta segunda-feira (06), em Florianópolis, o Fórum Parlamentar Catarinense se reuniu com o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde – COSEMS para colher informações sobre as principais demandas do setor, objetivando a melhor aplicação dos recursos da emenda impositiva da saúde con [...]

Nesta segunda-feira (06), em Florianópolis, o Fórum Parlamentar Catarinense se reuniu com o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde – COSEMS para colher informações sobre as principais demandas do setor, objetivando a melhor aplicação dos recursos da emenda impositiva da saúde conquistada pelo Fórum para o estado na ordem de R$190 milhões.

 

O deputado federal Celso Maldaner, membro do Fórum destacou que é preciso buscar estratégias para agilizar a vinda destes recursos. "A saúde é uma das maiores prioridades do nosso mandato, pois entendemos que esta é também uma prioridade absoluta para todos os catarinenses. Por isso, fazemos quest&atil de;o de reforçar a atuação dos hospitais por meio dos recursos de emendas parlamentares. E para que este processo seja eficiente, ou seja, que os recursos cheguem celeremente à sua finalidade cobramos com frequência ações em favor de nossos hospitais" destaca Maldaner.

 

Informações e fotos: Raquely Benedet Cella

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 17 de Fevereiro de 2017 07:33

Um total de 60 agentes comunitários de saúde (ACS), classificados em Processo Seletivo, em 2016, estão sendo convocados pela prefeitura de Lages, através do Departamento de Recursos Humanos (DRH). Os novos agentes irão atuar, especificamente, em 35 áreas urbanas de Lages.

 

[...]

Um total de 60 agentes comunitários de saúde (ACS), classificados em Processo Seletivo, em 2016, estão sendo convocados pela prefeitura de Lages, através do Departamento de Recursos Humanos (DRH). Os novos agentes irão atuar, especificamente, em 35 áreas urbanas de Lages.

 

Segundo o diretor do DRH, Flávio Antunes Vieira, esta é a 1ª chamada do Processo Seletivo, edital 02/2016. "A lista de classificação esta publicada no site oficial da prefeitura e os convocados devem comparecer no DRH, munidos de documentos para que seja efetivada a contratação. Aqueles que não vierem diretamente ao DRH receberão a convocação via Correios – carta endereçada conforme informado no ato de inscrição", fala Flávio.

 

"Com essa convocação, a área do Centro da cidade passará a ser contemplada com quatro agentes comunitários de saúde. Já a área do bairro Santa Helena, uma das mais populosas de Lages, receberá oito agentes", disse o diretor do DRH.

 

Os agentes de saúde desempenham suas atividades, basicamente, através de visitas domiciliares periódicas, fazendo cadastros de famílias, agendando consultas para idosos, doentes ou pessoas com problemas de mobilidade.

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 16 de Fevereiro de 2017 07:48

O alerta é da Vigilância Epidemiológica, setor vinculado à Secretaria de Saúde de Lages. Em 2016 foram identificados 65 novos casos de bebês que contraíram a doença da mãe durante a gravidez. São 42 casos a mais do que o registrado no ano anterior, em 2015. De acordo com a gerente da Vi [...]

O alerta é da Vigilância Epidemiológica, setor vinculado à Secretaria de Saúde de Lages. Em 2016 foram identificados 65 novos casos de bebês que contraíram a doença da mãe durante a gravidez. São 42 casos a mais do que o registrado no ano anterior, em 2015. De acordo com a gerente da Vigilância Epidemiológica, Sumaya Furtado Pucci, o teste para identificar a doença é feito durante o pré-natal e em caso positivo, a mãe deve iniciar o tratamento durante a gestação para prevenir problemas como aborto espontâneo, prematuridade ou baixo peso ao nascimento. A sífilis congênita ocorre quando a bactéria passa da mãe para o bebê através da placenta, porém tem cura. Em caso de transmissão, o tratamento do bebê deve ser iniciado o mais rápido possível após o nascimento para evitar complicações graves, como surdez ou cegueira, que, mesmo após a cura da doença, não possam ser revertidas.

 

O teste para diagnosticar a doença pode ser feito em qualquer uma das unidades de saúde do município ou na Vigilância Epidemiológica e é de graça, pois faz parte da estratégia de cobertura diagnóstica das IST's.

 

Casos de AIDS

 

Já os números relativos à AIDS no município, indicam uma pequena redução de novos casos da doença. Em 2015 foram diagnosticados 24 casos, cinco a menos do que em 2015. O exame laboratorial também pode ser feito na rede pública de saúde. A Vigilância Epidemiológica de Lages está localizada na Rua Sebastião Furtado, atrás do Pronto Atendimento Municipal.

 

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 16 de Fevereiro de 2017 07:32

Nos dia 22 e 23 de fevereiro, a Secretaria de Saúde será parceira do projeto Saúde na Estrada, uma grande ação voltada para avaliar a saúde de caminhoneiros e outros motoristas. Eles poderão fazer testes e receberão informações de caráter preventivo. A ação acontece no Posto Léo Amp [...]

Nos dia 22 e 23 de fevereiro, a Secretaria de Saúde será parceira do projeto Saúde na Estrada, uma grande ação voltada para avaliar a saúde de caminhoneiros e outros motoristas. Eles poderão fazer testes e receberão informações de caráter preventivo. A ação acontece no Posto Léo Ampessan, localizado na BR 116, km 246, s/n, a partir das 8h às 17h.

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 10 de Fevereiro de 2017 08:11

Na manhã de ontem(9), a Unidade de Saúde do bairro São Miguel foi a penúltima do cronograma de visitas informais feitas pelo prefeito Antonio Ceron e a secretária de Saúde, Odila Waldrich. Os gestores da Unidade, que atendem também a comunidade do bairro Itapoã, apesar dos problemas pontu [...]

Na manhã de ontem(9), a Unidade de Saúde do bairro São Miguel foi a penúltima do cronograma de visitas informais feitas pelo prefeito Antonio Ceron e a secretária de Saúde, Odila Waldrich. Os gestores da Unidade, que atendem também a comunidade do bairro Itapoã, apesar dos problemas pontuais como a falta de medicamentos específicos, entre outros, disseram que a maior preocupação é com a segurança. A UBS é nova e ampla, e mesmo com alarme ativo, foi arrombada em novembro do ano passado. Os ladrões levaram nove computadores, televisores, eletrodomésticos, equipamentos diversos, e até mesmo a comida que havia armazenada no local. "O prejuízo foi grande para nós na Unidade e para o Município", lamentaram os funcionários.

 

Ao ouvir os relatos das preocupações, o Prefeito e a Secretária prometeram adotar medidas imediatas que garantam mais segurança. Além disso, tranquilizaram a todos na questão dos medicamentos. Pois, já estão próximos de chegarem após a compra via licitação. Por outro lado, os funcionários disseram que estão sentindo uma grande melhora nos serviços, especialmente na questão das cotas de consultas, em comparação com o ano passado, mesmo com a diminuição do quadro funcional em razão das demissões de contratados. Porém, souberam que logo receberão o reforço dos concursados.

 

Embora a UBS do São Miguel abranja perto de 1,2 mil famílias, ou cerca de 4 mil pessoas, a demanda no atendimento é normal. São em média 30 procedimentos por dia e todos são encaminhados. O que foge um pouco da normalidade é o grande número de gestantes, e o mais preocupante, é o registro alarmante de casos de HIV e sífilis. A Unidade possui médico da família e também o serviço de odontologia com profissional contratado por 40 horas semanais. No local, os funcionários também mantem uma horta e todo o ajardinamento no entorno do prédio. "Depois de concluirmos as visitas vamos nos reunir e avaliar a situação das Unidades, e assim obtermos um diagnóstico atualizado do atual quadro", salientou o prefeito.

 


Atualizado em Sex, 10 de Fevereiro de 2017 08:40
 
Publicado por Cris Menegon Qui, 02 de Fevereiro de 2017 07:33

O prefeito AntonioCeron, sempre acompanhado da secretária da Saúde, Odila Waldrich tem reforçado o objetivo de ter mais aproximação com os funcionários e com a comunidade que frequenta as Unidades Básicas de Saúde. Além disso, ter um claro diagnóstico da situação de cada uma delas. Na [...]

O prefeito AntonioCeron, sempre acompanhado da secretária da Saúde, Odila Waldrich tem reforçado o objetivo de ter mais aproximação com os funcionários e com a comunidade que frequenta as Unidades Básicas de Saúde. Além disso, ter um claro diagnóstico da situação de cada uma delas. Na manhã desta quarta-feira (01), a visita foi à Unidade do Bairro São Francisco, mas que atende também as famílias do bairro São Paulo. A abrangência, em média, contempla cerca de 2 mil pessoas.

 

Ao ser recepcionado pela enfermeira gestora, Paola Bastos Weber, o prefeito e a secretária logo ficaram sabendo de que o médico da unidade havia encerrado as atividades nesta última terça-feira, em razão de ter passado para a situação de residência. No entanto, um profissional para atendimento de produção, ou seja, com horário determinado, já está acertado. Além disso, outro, concursado, também foi chamado. A falta de medicamentos básicos não foi novidade ao ser relatado, porém, é algo que deverá ser normalizado nos próximos dias a partir de licitação já encaminhada.

 

O prefeito mostrou também preocupação com o tamanho acanhado da UBS, uma das menores do Município, e, imediatamente solicitou à Secretária da Saúde, para que seja encaminhado um projeto de ampliação, uma vez que há espaço no terreno. Conforme o prefeito, o diagnóstico é de que precisa também melhorar a sensação do bom atendimento, mas principalmente que exista, na prática. Isso em todas as Unidades. "Para que possamos ajustar as questões, hoje, quero que as unidades estejam em sintonia com a Secretaria, para que as respostas sejam imediatas", ressaltou o prefeito.


Atualizado em Qui, 02 de Fevereiro de 2017 07:37
 
Publicado por Cris Menegon Seg, 30 de Janeiro de 2017 08:15

O prefeito Antonio ceron visitou hoje a unidade básica de Bela vista, e ficou impressionado pelo capricho da comunidade em cuidar de uma lavoura comunitária. A unidade Belas Vista, assim como todas as unidades em Lages, passa por dificuldades, mas essa em especial teve o capricho de estar bem c [...]

O prefeito Antonio ceron visitou hoje a unidade básica de Bela vista, e ficou impressionado pelo capricho da comunidade em cuidar de uma lavoura comunitária. A unidade Belas Vista, assim como todas as unidades em Lages, passa por dificuldades, mas essa em especial teve o capricho de estar bem cuidada.

 

Ceron enaltece os funcionários, e diz que é a unidade é um exemplo. " Fico feliz em ver que os funcionários fazem muito bem seu papel, mesmo com o drama do dia- dia, de faltar medicamentos. E o capricho da lavoura e o exemplo que é possível fazer o bem nessa linha".

#TeVejoNoPostinho

Fotos: Greik e Jota Damasseno

 

16388091 1351158371603789 1699930777758078093 n

24165856-ab39-45b8-819c-aa5021cd7081

 


Atualizado em Seg, 30 de Janeiro de 2017 08:20
 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 28 de Janeiro de 2017 08:29

As portas da Unidade se abriram às 8 horas em ponto. Momento em que o prefeito Antonio Ceron também chegou. Cumprimentou um a um, e, ao conversar com a médica Carmen Costa, verificou que os problemas se repetem, ou seja, a falta de medicamentos essenciais, entre outros. Inclusive, soube que a [...]

As portas da Unidade se abriram às 8 horas em ponto. Momento em que o prefeito Antonio Ceron também chegou. Cumprimentou um a um, e, ao conversar com a médica Carmen Costa, verificou que os problemas se repetem, ou seja, a falta de medicamentos essenciais, entre outros. Inclusive, soube que a Unidade não conta com um técnico de enfermagem. Além disso, há gente do efetivo em férias, o que aperta um pouco o trabalho. Por outro lado, o prefeito afirma que se sente feliz por estar acompanhando a situação de perto, e se diz inquieto com o sofrimento das pessoas. "Vamos continuar trabalhando no objetivo de diminuir as dificuldades e buscar atender bem a população", ressaltou.

 

A boa nova é que o pessoal concursado para o setor da saúde também está sendo chamado. Ainda nesta sexta-feira (27), uma técnica de enfermagem efetiva chega para colaborar até que outra pessoa que prestou concurso se apresente. Na ocasião, o prefeito revelou que em breve o Município deve começar os mutirões para atender a demanda represada de consultas com especialistas. São 14 mil pessoas na lista de espera. O objetivo, segundo ele, é atender em torno de 2 mil pessoas por mês, e até o final do ano reduzir esse número para o mínimo possível. Por fim, lembrou que a compra de medicamentos foi encaminhada e logo todas as unidades serão supridas com remédios. A Unidade da Várzea atende mais de 5 mil famílias. "Minha visita às Unidades são para poder estender uma mão amiga e entender o sistema de atendimento. Não vou desistir enquanto não conseguir humanizar todo o serviço da saúde", reforçou.

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 26 de Janeiro de 2017 08:34

Um dos maiores e mais importantes investimentos públicos nos 250 anos de história de Lages está com os recursos garantidos. Nesta quarta-feira, dia 25, o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, confirmou os R$ 26 milhões reservados para a segunda etapa da ampliação do Hospital [...]

Um dos maiores e mais importantes investimentos públicos nos 250 anos de história de Lages está com os recursos garantidos. Nesta quarta-feira, dia 25, o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, confirmou os R$ 26 milhões reservados para a segunda etapa da ampliação do Hospital Tereza Ramos.
O contrato entre o Governo do Estado e a empresa vencedora da licitação foi assinado pelo governador Raimundo Colombo na última quinta-feira, dia 19, em evento realizado no próprio canteiro de obras. A segunda etapa consiste na pintura do prédio, urbanização do pátio, elevadores, transformadores, geradores de energia, tanques de oxigênio, instalações especiais e heliponto.


Já nesta quarta-feira, Murilo Flores esteve no local acompanhado do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages, João Alberto Duarte, e da diretora do HTR, Beatriz Montemezzo. Coordenador do programa Pacto por Santa Catarina, de onde sairá o dinheiro, Murilo reforçou a garantia dos recursos e a certeza de que os trabalhos serão concluídos.


"É mais uma ação gigante do Estado em uma área essencial, que é a saúde. E com os recursos assegurados, a comunidade pode ficar tranquila quanto à conclusão, pois não vai faltar dinheiro e os trabalhos não vão parar".


Já o secretário João Alberto Duarte, que acompanha todos os passos do processo e conduziu Murilo Flores na visita ao canteiro de obras, voltou a comemorar a garantia da verba.


"O nosso governador Raimundo Colombo quer a máxima agilidade possível nas obras para que possamos concluir o quanto antes esse grande investimento e entregar à comunidade serrana o maior hospital de Santa Catarina".

 

Referência para o Estado, HTR terá 120 novos leitos e até heliponto

 

Com 73 anos de existência e mais de seis milhões de atendimentos realizados ao longo da sua história, o Hospital Tereza Ramos, de Lages, abrange 800 mil pessoas de 67 municípios catarinenses. Atualmente, é referência nos serviços de alta complexidade em cirurgia bariátrica, gestações de alto risco, infectologia, tratamento de queimados e oncologia, com os serviços de quimioterapia e radioterapia.
Com a ampliação, serão oferecidos serviços de urgência e emergência, centro de diagnóstico por imagem, 120 novos leitos, sendo 30 de UTI, e até heliponto para agilizar o transporte aéreo de pacientes.

 
Início
Anterior
1
Página 1 de 55

Vídeo em Destaque

Programa Papo De Mulher: Escolha das Soberanas da Festa do Pinhão 2017
Publicidade

fabianamassas

aguasdepalmas

 

 

garden

 

 

 unifacvestmarco

  

 

camara2015ok

 

 

 

 

anucio1

TELALAGES

caes1

papo mulher